Porno Gratis – Filmes Porno Brasileiros, Videos de Sexo Nacional, Sexo Amador, Videos Porno. - Porno Carioca. Videos Porno, Videos de Sexo, Xvideos, Filmes XXX, Sexo Amador, Porno, Fotos Amadoras, Porno Gratis, Contos Eróticos.
Home » Contos »

Arrombei a puta da minha namorada deliciosa na rua e botei ela pra chupar

Arrombei a puta da minha namorada deliciosa na rua e botei ela pra chupar

Era domingo à noite… Fazia muito calor e estava curtindo as minhas férias com minha namorada na casa dela. Eu particularmente não dava uma metida há muito tempo e também não tinha coragem de trai-la, pois estamos namorando até hoje. (2 anos 7 meses).

Fomos para a rua e por causa de seus pais tivemos que acabar com nossos desejos ali mesmo. Era muito difícil de agüentar aquele mulherâo louca pra me dar sua buceta toda molhada! Meu pau estava tão duro que chegava a doer de tanto Tesão.

Sentei no meio-fio com ela. Ela estava de calça jeans com uma blusinha fácil de tirar. Não deu outra… Depois de muitos beijos com o coração batendo a mil tirei todos seus enormes peitos para fora e comecei a mamar como um bezerro faminto. Mamei… Mamei. Mamei e mamei muito com ela pegando no meu pau ate que também não agüentou e chupou gostoso como picolé naquele calor insuportável na rua.

Deixei-a doida… E comecei a atentá-la pra fazermos outra coisa. Como disse, ela estava de calça jeans e o único jeito era abaixando a braguilha da calça dela pra poder colocar meu mastro. Subi-a pra calçada e eu fiquei na rua (porque sou mais alto) Coloquei meu cacete perto da racha tentando colocar lá dentro… Mas era muito difícil não estava entrando nem à reza braba. Tentava… Tentava e nada do meu cacete entrar naquela bucetinha molhadinha.

Tentando o fazer entrar eu desisti e só fiquei roçando na porta da racha passando a cabeça do meu pau no seu clitóris como se fosse um vai e vem convencional. O perigo era eminente a todo istante… Seus pais podiam sair à rua a qualquer momento porque o portal era praticamente na calçada.

Não agüentei… Comecei a gozar lentamente (foi a gozada mais lenta da minha vida). A abraçava pra o encontro do meu pau com sua buceta com tanta força que percebi que ela estava gozando gostoso, do mesmo jeito que eu juntos.

Neste momento eu lembrei que ela não tomava pílula e eu estava sem camisinha por causa dos meus hormônios loucos por sua bucetinha… Então parei por 1 segundo (certinho) e pensei: \’\’ Não quero nem sabe, vou gozar gostoso agora e foda-se se eu tiver um filho… Depois eu penso nisso! \’\’

AHHHHHH! Gozei! Foi uma loucura! Jorrei porra por toda sua xana …………….