Porno Carioca – Vídeos Pornô Grátis, Amador, Vídeos de Sexo. - Os Melhores videos porno, videos de sexo amadores que caiu na net, muita putaria e bucetas. Filmes porno totalmente gratis e caseiros idem xvideos.
Home » Contos »

Conto de Sexo Nacional – Sozinha no Escritório da Agência de Viagens

Conto de Sexo Nacional – Sozinha no Escritório da Agência de Viagens

Depois que entendi que mulheres gostam tanto ou mais de sexo quanto os homens comecei a pedir mais não importa se é casada, solteira, viúva ou virgem ou santinha da igreja, eu chego junto mesmo!
Bom lá vai mais uma das vezes que pedi e deu certo. “sempre dá”, rs
Me chamo Alexandre, casado 33 anos, corpo atlético, 175 de altura, 85kg, Piroca Grande. Grossa e Dura!
Tudo começou quando comprei um carro de luxo de um empresário dono de uma agência de turismo em Fortaleza Ceará, negócio fechado, tudo perfeito, vendedor e comprador satisfeitos, dias depois precisei voltar ao escritório do empresário que pra minha surpresa fui super bem recebido por uma jovem alta loira muito bela, cheirosa e bem vestida nível executiva de nome Márcia aparentava menos de 30 anos informou que a pessoa estava viajando para o exterior, putz eu precisava me reunir com ele pra acertar detalhes da transferência. Frustrado fui consolado pela bela jovem dizendo que poderia falar com ele pelo Whatsapp mas que eu teria que aguardar um pouco pois ela ainda estava instalando o aplicativo no celular Novo, ofereceu-me água pediu que eu sentasse e relaxasse, disse que podia ficar a vontade pois ali só trabalhava ela e o chefe que estava viajando.
Com um sorriso Largo e um sutil rebolado deu as costas para buscar água nesse momento eu reparei melhor as curvas do seu corpo enquanto inclinou se no frigobar ficando praticamente de 4 na minha frente não teve como não admirar o tamanho minúsculo da calcinha fincada num bumbum redondinho daquele mulherão, voltando até mim entregou a água e com um ar de malícia sussurrou em tom mais baixo ” eu adoro quando ele viaja”. o sentimento dentro da minha cueca cresceu por ela naquele instante, não sabia se tinha interpretado mal ou se aquilo era alguma deixa para eu me soltar mais.
Bebi a água e tava por ali meio sem assunto de pau duro apreciando os movimentos dela, quando ela disse: Pronto baixei o aplicativo e falei com ele agora vamos esperar ele responder pois não esta online, ela me. mostrou eu aproveitei pra chegar mais perto e cheguei a encostar meu braço em seu seio que a reação dela foi se encostar mais pressionando aqueles seios fartos e convidativos contra meu braço, eu já cheio de tesão concordei que aguardássemos a resposta e resolvi partir pro ataque. Com elogios a competência dela que unidos a beleza ela poderia subir bem alto na vida e que o patrão confiava bastante na secretaria a ponto de deixar ela tocando os negócios na sua ausência, percebi a aliança em sua mão esquerda e não poupei comentários, que o marido devia era um homem de sorte e deveria agradecer aos céus por ter o merecimento de ser cuidado por ela. Ela por sua vez mostrando certa íra disse; Que bom seria se eles me vissem com seus olhos, porque o chefe promete aumento e não dá e meu marido faz é tempo que “só promete” que além de ta desempregado fica só cobrando ciúmes dela e que até quebrou até o celular, por isso tinha comprado aquele novo.
Eu pra dar mais corda ainda “disse que ah se eu pudesse ela me quisesse e meu dinheiro desse”.
Ela disse que nem era tão cara assim.
Rimos um pouco e logo um breve silêncio interrompido por mim mais uma vez elogiado e falando Olha só um cabelo lindo e cheiroso desse deve gastar um terço do salário enquanto falava pegava e cheirava os cabelos dela percebi que ela não recusava minhas investidas cheire seu pescoço pegando firme seus cabelos na sua nuca, como se já tivéssemos intimidade ou liberdade pra fazer aquilo cheirei e lambi seu pescoço enquanto ela o contorcia de olhos fechados em sinal que gostava do que se passava, ainda de olhos fechados disse: “é disso que eu preciso, alguém que me valorize. ” enquanto isso eu me aproveitava da situação com medo de me acordar de um sonho sem apreciar o melhor eu me apressei em apalpar firmemente todo seu corpo, quando cheguei onde eu mais queria, senti que ela abriu a guarda ela ainda sentada na sua cadeira eu em pé por traz dela lambendo seu pescoço e mordiscando sua nuca sentia sua pele se arrepiar ela de saia eu com mãos ágeis como um polvo já havia sentido o quanto molhada ela estava por cima do tecido de sua calcinha então fiz aquele movimento que é melhor que gol da seleção. “puxei a calcinha pro lado” passei toda a mão em seu buceta melando todos os dedos e quando puxei meti na minha boca, ela se levantou é chamou pra ir pra sala do chefe, que queria olhar a cidade pois da vista da mesa dele no 15 andar ao interceder das 18 horas com as luzes da cidade desenhando as avenidas e o movimento das lanternas dos automóveis eu a Penetrei sem tirar nossas roupas apenas abrindo meu zíper da calça para ser boqueteado freneticamente antes de ser convidado a gozar no cúzinho rosado da minha mais nova patinha que repetia por várias vezes enquanto eu a fúria forte e por traz. “isso que eu mereço! me fosse com força que nem o idiota do meu marido e nem meu patrão tão me dizendo assim, me fode, eu vou querer poça todo dia o expediente inteiro enquanto ele estiver viajando. ” essa mulher realmente mexeu comigo. gostei forte, gritando 1. 2. vezes ela também por várias gozou muito por vezes me mordia o pau com o cu e a buceta depois nos lavamos ali mesmo é nos recompomos voltamos ao celular que ainda não tinha o retorno. foi o suficiente pra nós despedimos com um breve selinho e até amanhã.