Porno Gratis – Filmes Porno Brasileiros, Videos de Sexo Nacional, Sexo Amador, Videos Porno. - Porno Carioca. Videos Porno, Videos de Sexo, Xvideos, Filmes XXX, Sexo Amador, Porno, Fotos Amadoras, Porno Gratis, Contos Eróticos.
Home » Contos »

Conto Erótico Amador Brasileiro – Eu Cai em Tentação

Conto Erótico Amador Brasileiro – Eu Cai em Tentação

Conto Erótico Amador Brasileiro – Eu Cai em Tentação

Simplesmente ter uma aventura não estava exatamente em meus planos de fato. Só que ninguém manda no destino e acontecem coisas para as quais não estamos preparadas, isso faz parte da vida.

Primeiramente um pouco sobre os personagens dessa história. Tenho 37 anos, sou casada há 17 anos e dois filhos lindos. Meu marido e eu sempre nos demos muito bem na cama. Não tínhamos problemas, mas o casamento estava naquela fase estacionada na rotina, quem é casado sabe exatamente do que estou falando.

O outro personagem é casado há seis anos, tem 30 anos e também com um filho lindo de morrer. Quando o conheci, pensei: “Que moreno lindo!” Isso foi só um rápido pensamento e nada mais. Confesso que neste instante, eu caí em tentação, minha cabeça era um turbilhão de sentimentos…

Naquela época, reunimos as famílias para aproveitar o feriado em uma fazenda. Eram cerca de vinte e cinco pessoas entre adultos e crianças. Muita descontração solta no ar, que deliciaaaaa!

Na noite de sábado estávamos sentados bebendo em volta de uma fogueira quando percebi que aquele moreno lindo e sedutor tentou chamar atenção de alguma forma. Custei a entender realmente o que estava acontecendo.

Entramos na casa para pegar mais bebidas e ele se aproximou. Falou algo bem perto do meu ouvido. Meu corpo pegou fogo naquele momento e senti que o dele também. Trocamos telefones para futuros contatos. Chegaram algumas pessoas no recinto, disfarçamos e saímos sem nada demais a declara, ao mesmo tempo que foi estranho foi sensacional e maravilhoso.

Não sei como, mas senti um desejo enorme de transar com ele ali mesmo e sei que teve muita vontade também. Passamos boa parte do tempo flertando discretamente, estava muito gostoso. Fiquei pensando “porque eu”? Não tinha nada a ver.

Acabou o feriado e cada família foi para seu lado. Começamos a conversar por mensagens e nosso desejo ia aumentando a cada dia que passava, estava muito exitada.

Um dia, ele passou no meu local de trabalho. Estava sozinha. Perguntei por que sentíamos aquela atração tão forte. Sem nada explicar, simplesmente me agarrou e beijou com uma intensidade tão grande que me deixou excitada novamente. Como era gostoso sentir aquela língua em minha boca. Percebi que um desejo ardente tomava conta de nossos corpos e estava difícil voltar atrás.

Sentia seu “membro” duro! A vontade era muito grande de fazer um oral nele, mas naquele momento ficamos somente aos beijos e amassos era muita pegação.

Num outro encontro no mesmo local, estava preparada e não resisti. O fato de ser algo proibido atiçou ainda mais nosso tesão e transamos no banheiro do escritório. Ele me pegou de um jeito que me fez perder o chão. Suas mãos passavam pelo meu corpo, me segurava contra a parede e ele me penetrava com força. Ah! Que delícia! Eu me sentia devassa, livre, sacana! Parecia outra mulher! Gozei como nunca nos braços do meu moreno.

Depois já sozinha e pensando naquela situação… O que foi que eu fiz? Porque fizemos aquilo? Nunca tive um caso extraconjugal (ele também não), mas aquilo me fazia sentir viva. É como se tivesse uma mulher adormecida dentro de mim.

O outro encontro foi em um lugar diferente e muito perigoso para nós. Isso me deixava mais excitada. O sexo mais rápido e mais gostoso que já fiz na vida! Começamos nos beijando muito. Ele me tocava de um jeito que me deixava cada vez com mais vontade.

Em instantes, seu membro estava em minha boca. Segurando meus cabelos e olhando em meus olhos, dizia muita coisa obscena. Eu me entreguei sem culpa!

Com toda aquela excitação contida, naturalmente rolou um sexo anal, comeu meu cuzinho bem gostoso como meu marido já não comia á tempos. Estava com muita vontade (gosto deste tipo de sexo)! Gozamos lá mesmo.

Esses encontros aconteceram umas quatro vezes e sempre eram deliciosos. Não podíamos continuar, temos rumos diferentes.

Nossa vida segue normalmente, cada um na sua. Confesso que ficou um “gosto de quero mais”. Quando penso em tudo que vivi, dá até vontade de subir nas paredes. Esta história permanece guardada numa espécie de baú de segredos. Um delicioso segredo que não quero esquecer.

O fato é que da relação vivida com esse moreno lindo deu uma turbinada na minha vida. De certa forma, me sinto cada dia mais viva em todos os sentidos!

Foi absurdamente gostoso demais.