Porno Gratis – Filmes Porno Brasileiros, Videos de Sexo Nacional, Sexo Amador, Videos Porno. - Porno Carioca. Videos Porno, Videos de Sexo, Xvideos, Filmes XXX, Sexo Amador, Porno, Fotos Amadoras, Porno Gratis, Contos Eróticos.
Home » Contos »

Conto Porno Amador Brasileiro – Na Portaria do Prédio

Conto Porno Amador Brasileiro – Na Portaria do Prédio

Conto Porno Amador Brasileiro – Na Portaria do Prédio:

Certo dia conheci um cara num site de relacionamentos, deses que todo mundo já conhece. Aquele cara que toda mulher gostaria de ter pelo menos uma bela noite de loucuras na cama. Além de ser lindo sarado com aquela barriguinha de tanquinho, tinha jeito de ser um bom pegador. Daqueles que não deixa nenhuma mulher na vontade e sim com gosto de quero mais e muito mais.

Depois de alguns meses conversando pela internet, resolvemos nos conhecer pessoalmente. Só que tinha um detalhe: ele trabalhava como segurança de um prédio e ficava muito difícil de nos ver. Então teve uma louca ideia! Como o porteiro estava de ferias, ficava no lugar dele. Perguntou se eu poderia ir lá e ficar a noite na portaria com ele, imaginem só no que isso iria dar.

Vou confessar que fiquei com um pouco de medo. Imagina só eu passando uma noite em uma portaria de um prédio de luxo? Sem pensar muito topei e marcamos o dia para rolar essa sacanagem bem gostosa, já estava anciosa.

Quando chegou o momento, estava um pouco nervosa, pois por mais que tivesse loucas noites de amor, nunca pensei em transar numa portaria. Isso sem falar no medo do cara não ser o que eu esperava, enfim.

A noite chegou e fui ao local indicado por ele. E quando o vi, realmente era além do que eu imaginava. Veio logo com aquele abraço e um longo beijo ardente que me fez arrepiar inteira. Fora um perfume que me deixou louca. Como os vidros da portaria eram escuros, ninguém poderia nos ver. Pude sentir seu coração acelerado e cheio de desejo quando se aproximou de mim, ele estava um pouco nervoso e com muito tesão.

Começamos a nos beijar… No escuro ele colocou a mão dentro da minha calça e sentiu meu sexo molhado e o jeito que estava quente.

Ele enlouqueceu! Jogou todas as cartas dos moradores no chão e me colocou em cima do balcão. O corpo estava tremendo de tesão! Só o fato de ser surpreendido por algum morador já era motivo de grande

Tirou minha roupa e me beijou por inteira. Quando passou a língua na virilha, delirei de excitação. Peguei pelo seu pescoço, levantei e disse:

_ Agora é comigo! Vou te deixar louco como nenhuma mulher o deixou.

Ele com uma cara de assustado me perguntou:

_ Como irá fazer isso?

Simplesmente respondi:

_ Deixa comigo…

Beijei tanto ele até chegar ao ponto em que não aguentou de tanto tesão. Estava doido pra meter em mim, mas não deixei… Ainda não era o momento, isso deixou ele mais tarado e maluco ainda! Vibrava a cada chupada que eu dava! Uma verdadeira delícia ter aquele homem ardente se envolvendo no meu corpo e queimado feito um vulcão.

Quando entrou em mim, não queria mais que saísse dali. Era quente, forte, selvagem! Sentia-o entrando e saindo e meu corpo estremecendo de prazer…

Foras horas de loucuras entre eu, ele e todo lugar da portaria.

Depois de umas quatro transas bem dada, senti que homem igual àquele era raro de encontrar. Seu pique me surpreendeu de tal maneira que fiquei com as pernas tremulas, bambinhas.

Quando amanheceu já era hora dele ir embora. Convidou-me pra ir até sua casa. Não pensei duas vezes… Fui!

Aquela loucura toda, recheada de beijos quentes recomeçou na cama dele. Nunca me vi com tanta vontade de ter um homem quanto àquele outra vez… Foi apenas aquele encontro, mas se fosse possível gostaria de repetir tantas outras vezes, sem me importar com o lugar, inesquecível.