Porno Gratis – Filmes Porno Brasileiros, Videos de Sexo Nacional, Sexo Amador, Videos Porno. - Porno Carioca. Videos Porno, Videos de Sexo, Xvideos, Filmes XXX, Sexo Amador, Porno, Fotos Amadoras, Porno Gratis, Contos Eróticos.
Home » Contos »

Conto Porno Brasileiro Grátis – Uma Asiática de Tirar o Folego

Conto Porno Brasileiro Grátis – Uma Asiática de Tirar o Folego

Conto Porno Brasileiro Grátis – Uma Asiática de Tirar o Folego:

Me chamo luciano e tenho 21 anos e conheci uma garota linda japonesa e tinha pintado os cabelos de ruivo cereja e quando vi ela putz pirei cheguei perto dela e comecei a puxar assunto com aquela mulher linda e com tempo viramos amigos e cada vez a amizade foi evoluindo e ela morava com a mãe e com o padrasto pois tinha 17 anos e um dia fomos para uma festinha que tava tendo e ela bebeu dois copos de tequila creio q foi a primeira a vez q ela bebeu na vida pois ficou muito loca não bebada mais muito loca e sua prima estava com nos e seu irmão sambem ele sempre pegou bastante no meu pé ele parecia um cão de guarda da irmã dele kkk mais ai começou a tocar uma musica mais lenta (notthing else matters) e ela me abraçou e meio q começamos a dançar e ela me olhou no fundo dos olho e eu olhei nos olhos dela ela sabia que eu a queria muito naquele instantes e ela falou no meu ouvido palavras q acho q jamais esquecerei:
– topa dormir lá em casa?
e eu claro que sim e ela me mandou em sequencia
-vai ter uma surpresinha te esperando
eu na hora fiquei corado de vergonha afinal sou meio tímido eu bebi um pouco para ficar meio soltinho mais não bebi muito por que eu que iria dirigir quando voltamos o irmão dela tava bebudinho kk e dormiu no caminho a prima dela tava de carro com outro cara e não voltou com nós eu estava dirigindo e ela tava sentada no passeiro do meu lado e eu perguntei a ela:
-qual é a surpresa que você tem para mim la na sua casa?
e ela respondeu sussurando:
-eu poderia dar uma prévia mas meu irmão está aqui e não da para falar
-ele sta dormindo e esta mamado não vai ouvir nada
-verdade – diz ela
suas bochechas ficaram vermelhas e quando eu virei para perguntar o por que ela me beijou e eu estava dirigindo então tive que interromper o beijo e eu então eu falei em seguida :
-o resto eu quero quando chegarmos em casa
com um sorriso tarado estampado em sua cara ela concorda balançando a cabeça positivamente
quando chegamos chegamos na sua casa notei que estava vazia e perguntei o por que? e ela respondeu q seus pais tinham viajado
levei seu irmão para o quarto dele e fui direto para o quarto dela

Continua…