Porno Gratis – Filmes Porno Brasileiros, Videos de Sexo Nacional, Sexo Amador, Videos Porno. - Porno Carioca. Videos Porno, Videos de Sexo, Xvideos, Filmes XXX, Sexo Amador, Porno, Fotos Amadoras, Porno Gratis, Contos Eróticos.
Home » Contos »

Peguei a putinha deliciosa e muito safada da ruivinha

Peguei a putinha deliciosa e muito safada da ruivinha

Hoje relatarei mais um de meus devaneios, qual povoa minha mente com a ruiva do trabalho.

Devido a liberdade de nossos diálogos. Acabei deixando ?a ruiva? constrangida com um comentário, pois tive o prazer de visualizar acidentalmente uma parte de sua lingerie. Tinha um lacinho discreto. O comentário foi mais ou menos assim: Adorei o lacinho.

Evidentemente que visualizar o lacinho e sua reação me tirou o juízo. E com isso fiquei imaginando como era o restante da peça que ela usava. A cor eu tinha visto, era preta. Suspeitava ser um fio dental, com uma parte transparente na frente ou rendas sensuais. Escondido dentro desde fio dental, fantasio um púbis lisinho, sem nenhum vestígio de pelos, acompanhando um belo bronzeado, feito por uma calcinha baixa e pequena. Dessas que tampam apenas o necessário.

Como o desejo traz algo mais aos pensamentos, imagino a parte superior da peça, um sutiã comportado mas que valoriza seus seios volumosos e delicados, deve ser preto, para combinar com sua calcinha, com abertura na frente para surpreender e afirmar sua sensualidade de menina-mulher.

No auge de meus pensamentos Eráto toma posse de meus desejos e eles mudam a fantasia para um sonho. O sonho de tê-la em meus braços para sentir o calor de sua pele. Sentir seu perfume e tocar em seus lábios com os meus. Primeiro levemente e aos poucos, aumentando a intensidade. Ficando tão intenso que nossas mãos perdem o controle e peças de roupas começam a voar. Me sinto neste momento como uma arvore sem folhas ou frutos, totalmente vulnerável e entregue a luxuria.

Num lapso de tempo estamos nus, um sentindo o outro. Nos olhamos nos olhos e começamos a sentir nossos órgãos em comunhão. A comunhão é tanta que não existe eu ou ela, não existe ?nós?. Surge assim o Uno, a expressão do desejo e a realização do sonho. Foi criado neste momento a síntese de Afrodite. E ambos explodimos no mais intenso e prazeroso orgasmo. Tão intenso que ousamos a competir com o astro Rei e ofuscamos o dia. Neste momento fui acordado de meu sonho, respiro, olho em volta, tudo normal. Bem ora de acordar porque ainda existe muito trabalho a ser realizado.