Porno Gratis – Filmes Porno Brasileiros, Videos de Sexo Nacional, Sexo Amador, Videos Porno. - Porno Carioca. Videos Porno, Videos de Sexo, Xvideos, Filmes XXX, Sexo Amador, Porno, Fotos Amadoras, Porno Gratis, Contos Eróticos.
Home » Contos » Heterosexual »

Peguei a safada da minha corretora e arrombei a safada

Claro que o nome da corretora irei preservar, nome fictícios JULIANA.

Era um domingo de votação, eramos 7 corretores, 2 homens e 5 mulheres, lá pelas 15 horas decidimos que fecharíamos o stand já que muito provavelmente não entraria mais nenhum cliente e como ninguém é de ferro queríamos aproveitar o restante do domingo tomando uma cerveja bem gelada, na saída para o barzinho entrei no meu carro e a Juliana no dela, fomos por umas das principais avenidas de Salvador até que chegamos ao Tal barzinho sugerido pelo colega, conversa vai, conversa vem e percebi que a Juliana começou a ficar mais altinha, em um determinado momento estávamos conversando apenas eu e a Juliana, enquanto os outros falavam entre si, foi ai que tomei coragem (pois como falei no título a Juliana é casada) e decidir colocar minhas mãos sobre sua linda perna e que perna!!!!! Fui correspondido com um sorriso, mas para não chamar a atenção do restante da mesa tirei rapidamente a mão, dali decidimos tomar (beber) a saidera na casa de um casal de corretores que ali na mesa estava, chegando lá eramos apenas 4, eu e a Juliana não aguentávamos mais a vontade de nos tocar, nos beijar e claro irmos pra cama. Como ela era casada mandei um sms para ela dizendo que não poderíamos ficar ali, pois a pior coisa é alguém (ainda mais que eram apenas colegas) ter um segredo seu. passamos mais ou menos uns 40 minutos na casa desse casal, dali saímos e como a esquina da rua onde esse pessoal morava era deserta saltei do meu carro e fui até aquela linda morena que ao sair do carro assim como eu estava louca de tesão, nos beijamos deliciosamente, coloquei minhas mãos entre seus cabelos foi quando ouvir, “bem que uma corretora me disse que vc tem pegada” dei um sorriso e apenas respondi que tento, beijei-a o pescoço, mas o tesão era muito grande e tava vendo a hora de sermos preso por atentado ao pudor, deixamos o carro da Juliana no posto de gasolina e fomos no meu ao motel, essa hora esquecendo que ela era casada, que teria que dar explicações pelo horário de sua chegada ao marido, na nossa chegada a motel decidimos tomar banho antes de qualquer coisa, mas ao ver aquela mulher linda morena muito, mais muito gostosa não resistir e fui logo beijando, nossa que beijo maravilhoso, depois de nos banharmos antes mesmo de se enxugar a levei para cama e a deitei, fui deslizando pelo seu corpo ainda molhado beijando seu pescoço, chupando seus seios médios, deslizando pela barriga, umbigo até chegar ao caminho da perdição, que boceta deliciosa, ali chupei, e quanto mais chupava mais ela gemia e sabia gemer gostoso, até que veio a vontade nela de gozar, ela gritava tanto no quarto do motel que fiquei com medo de alguém pensar que eu estava a espancando, só sentir a perna dela tremendo, precisei da 2 minutos para ela conseguir assimilar o que acontecia, na verdade nem sei se chegou a 2 min. pois ela logo veio com suas mãos segurando meu pau e com aquela boca decidiu chupá-lo todinho, chupava muito bem passando as mãos em minhas bolas e depois a lingua, depois dela ter deixando meu pau bem molhado mandei que ficasse de 4 pois seria assim que meteria nela pela primeira vez, fui logo obedecido e com aquela visão meu pau latejava de tanto tesão, dei 2 pinceladas naquela bocetinha e fui colocando bem devagar, com a forma que ela ia gemendo eu ia aumentando o ritmo ficamos ali por vários minutos até que ela me disse que o que eu queria fazer (ela gozar novamente) não conseguiria daquela forma, pois as únicas maneira de a fazer gozar seria chupando ou comendo seu cuzinho enquanto ela se tocava, nessa hora deixei de ser o alfa e a obedeci antes de deitar a Juliana chupei bem gostoso o seu cuzinho deixando ele bem molhado, coloquei-a deitada na cama de ladinho e comecei a socar bem devagar enquanto a mesma batia uma siririca bem gostosa pra ela fui aumentando o ritmo e daí ela anunciou que queria gozar novamente, com tapas naquela bunda dura e redonda ela gozou novamente, mas eu ainda nada…. ela voltou pra posição de 4 e pediu para socar meu pau todinho nela e com força e assim foi feito até que sentir a vontade de gozar, mandei que ela ficasse sentada na cama pois iria gozar naquela carinha todinha, fui batendo punheta e gozando, mas ela como era gulosa não deixou que nenhuma gotinha daquele gozo fosse desperdiçado e engoliu tudo!!!!! deitamos na cama e olhamos pro relógio já eram 22:00 e ela precisava correr pra casa pois o plantão havia acabado às 19 horas. Depois disso saímos várias vezes e cada uma melhor que a outra, caso queira que relate as outras vezes deixa um comentário!!!!