Porno Carioca – Vídeos Pornô Grátis, Amador, Vídeos de Sexo. - Os Melhores videos porno, videos de sexo amadores que caiu na net, muita putaria e bucetas. Filmes porno totalmente gratis e caseiros idem xvideos.
Home » Contos »

Conto de Sexo Nacional – Primeira Vez da Minha Enteada Lésbica Com Homem

Conto de Sexo Nacional – Primeira Vez da Minha Enteada Lésbica Com Homem

Conto de Sexo Nacional – Primeira Vez da Minha Enteada Lésbica Com Homem:

Minha enteada Lésbica.

Qual o padastro que não sonha em comer a enteada?

Eu me divorciei e casei novamente , minha atual mulher tem duas filhas, a Sophia e Gabriela, duas gatinhas lindas, uma com16 anos e outra com 21 , a de 21 era mais contida, mais sabia que ela não era mais virgem, a de 16 gatinha linda e morena, me adotou como pai, confiava mais em mim do que na mãe, contava tudo pra mim, ela me confessou que gostava de mulher, mais não era para contar para sua mãe, saímos e ela sempre pedia para comprar bebida e fumava, ficava cheio de tesão quando ela contava as aventuras dela com as amiguinhas, ficava cheio de tesão e imaginando ela chupar as bucetinhas novinhas e lindas, por que suas amigas eram lindas,  quando íamos para piscina ficava olhando aquela bucetinha linda e imaginando sendo chupada pelas amigas.

Quando ela completou dezoito anos, fizemos uma festa daquelas ela se soltou, de maior, agora podia fazer o que queria, chegou a conhecer um rapaz, bacana ele, mais depois ela me contou que não sentiu nada com ele, não foi carinhoso.

Um dia ela chegou de uma festa e dormiu, fui no quarto dela, estava somente de calcinha e vi que estava manchada a calcinha dela, bati uma ali mesmo olhando aquela bundinha linda, mais tarde quando ela acordou, me disse que estava com uma dor nas costas, me ofereci para fazer uma massagem, ela aceitou.

Comecei a massagear seus ombros e fui descendo minhas mãos em direção aos seios dela, ela não se mexeu ou falou nada, coloquei minhas mãos dentro de sua blusa e comecei a tocar nos seios pequenos dela, notei que ela se arrepiou, mais não fez nada, continuei, ai apertei os seios dela com carinho, ela deixando, fechou os olhos e deixou a cabeça cair pra trás, fiz que ia parar, ela disse:

– Não para pai.

-Posso continuar filha?

– Sim, pode, aperta mais forte.

Com o consentimento dela, continuei, pedi para ela tirar a blusa, ela tirou sem cerimônia, ficou somente de calcinha, pedi para ela deitar no tapete da sala, deitada comecei a fazer massagem nas suas coxas, fui subindo e massageando por dentro de suas pernas, chegando a tocar na bucetinha linda dela,  com as pernas abertas , notei que sua buceta estava ficando molhada, pois a calcinha estava, toquei de leve na buceta dela, ela gemeu, meu pau essa hora já estava saindo do shorts.

Não tive mais receio, comecei a mexer na bucetinha dela, primeiro por cima da calcinha e ela mexendo a bundinha, abri mais as pernas dela e me abaixei e comecei a passar a língua na entrada de sua bucetinha molhada, ela gemeu e empinou a bundinha , deixando a bucetinha ainda mais na minha boca, ai comecei a chupar, ela gemendo disse:

– Pai que língua gostosa, chupa mais, o senhor chupa como minhas amigas , gostoso, igual a minhas amigas, chupa mais pai.

– Está gostoso filha?

-Demais pai, chupa mais, quero gozar com sua língua nela, tem problema?

-Claro que não filha, o pai vai fazer minha menininha sentir prazer.

Chupei, senti que sua buceta cada vez mais molhada, quando de repente, ela soltou um gemido e um gritinho:

-Ai pai gozei, que gostoso, o senhor chupa muito gostoso, se todos chupasse como o senhor, já tinha gostado de homem, mais esses novinhos não sabem dar prazer para uma mulher.

-Filha fica assim de costas deitada pro pai, vou te dar mais prazer.

– Ah, pai deixa eu fazer o senhor gozar, o senhor já me deu e vai me dar mais ?

-Sim filha, você vai saber que existe homem que gosta de ver uma mulher sentir prazer, ainda mais sua filhinha linda e que tanto desejei você.

-Mesmo pai, por não fez isso antes, dei tantas chances para o senhor.

-Filha em respeito a sua mãe e por você ser de menor, agora não, você é uma mulher e linda.

Ela de costas para mi, comecei a passar a cabeça do meu pau na entrada de sua buceta, ela começou a gemer.

Dai fui colocando na bucetinha dela, e ela mexendo os quadris, meu pau entrou e ela delirava, pedindo mais:

-Vai pai amado, coloca esse pau na sua filhinha, realiza suas vontades, faz de sua filhinha sua putinha novinha.

Comecei a ir e vim dentro dela e ela gemia feito uma puta, de repente ela ficou de 4 sem eu pedir, e disse:

-Vai, agora sou sua puta, soca com força na buceta de sua filha, quero ver meu pai gozar, mais não goza dentro pai, senão complica, (falando isso e rindo).

-Sim filha, mais você vai gozar mais, soquei com força e ela gozou de novo.

-Pai, gozei de novo, que gostoso meu pai, sabe realmente fazer uma mulher sentir prazer.

-Agora e a minha vez de fazer meu paizinho gozar.

Tirei meu pau de entro dela, ela ficou de joelhos e começou a chupar, que boca quentinha, pela experiência de chupar bucetas, ela sabia chupar como ninguém, nem sua mãe chupava tão gostoso, e olha que quando minha mulher esta na cama, ela vira uma vadia sem vergonha.

Ela chupou tão gostoso, que enchi a boca dela de porra, ela olhou pra mim, com um rosto muito feliz e tomou minha porra com muito gosto e disse:

-Pai, não vou deixar de sair com meninas, mais o único homem que vai fuder minha bucetinha é o senhor.

Ela levantou sem nada no corpo e foi tomar banho.

Depois conto mais aventuras com minhas enteadas, pois ainda teve mais e com minha enteada de 21 anos também.

ByRenato.