Porno Carioca – Vídeos Pornô Grátis, Amador, Vídeos de Sexo. - Os Melhores videos porno, videos de sexo amadores que caiu na net, muita putaria e bucetas. Filmes porno totalmente gratis e caseiros idem xvideos.
Home » Contos »

Conto Pornô Brasileiro – Minha Filha e Sua Amiguinha

Conto Pornô Brasileiro – Minha Filha e Sua Amiguinha

Era final de semana e eu estava em casa. Como tinha uma filha morando comigo e era solteiro, minha vida já estava ficando monótona.
Beirando meus 45 anos eu ficava mais em casa que qualquer outra coisa. Minha filha tinha 19 aninhos e vivia levando amigas deliciosas para dormir na nossa casa. E assim começa o meu relato.
Nessa Sexta-Feira minha filha trouxe uma nova amiga chamada Clara, Mulatinha, alta e com corpo delicioso. Tinha peitos grandes e me despertou muito desejo e tesão.
Ela chegou com minha filha, Lara, me cumprimentaram e subiram para o quarto dela.
Como era sexta, abri um Whisky. Sentei na poltrona, fiquei vendo TV até as quatro da manhã mais ou menos.
Quando ouvi um barulho lá em cima, vindo do quarto da minha filha.
Fui checar o que era. No momento em que abri a porta, vi minha filha e Clara, peladinhas na cama, se beijando, as duas achavam que eu já tinha dormido.
Elas pararam de se beijar assustadas e eu disse:
-O que é isso?
-Pai, não é o que você está pensando! – gritou Lara.
Estava com tesão naquilo, mas vivia um dilema, era minha filha. Minha razão dizia NÃO e meu tesão dizia VAI!
Fiquei paralisado, meu pau estava duro e eu não sabia o que dizer.
Clara com uma cara de safada, percebeu que eu estava de pau duro e disse se aproximando de mim:
-O senhor não gosta? – falou enquanto passava a mão no meu peito, me deixando ainda mais excitado.
-D… do do que? – gaguejei.
-Sexo, putaria!
Ela foi convicta nas palavras, sabia que eu já estava muito excitado.
Foi deslizando aquela mão delicadinha até meu pau, nesse momento eu me libertei, deixei o tesão me guiar.
Puxei Clara pela cintura e dei um longo beijo em sua boca. Depois olhei pra minha filha que mordendo os lábios, balançou a cabeça dizendo positivamente, aprovando a situação com uma carinha de safada.
Então, me sentei na cama ao lado de Lara, cheirei seu pescoço, passei minha mão delicadamente em seus peitos, ela pegou minha mão e chupou o dedo.
Lara então sentou no meu colo, meu pau latejava de tesão.
Ela passou a mão no meu rosto, beijou minha boca, um beijo gostoso e melado.
Sentia-me estranho, mas o tesão me fazia aceitar tudo aquilo.
Abri meu zíper,coloquei meu pau duro pra fora e penetrei naquela bucetinha rosada, Lara gemeu:
-Aiinnn papai…
Clara foi até ela e começou a beija-la, tudo aquilo me fazia ficar ainda mais excitado. Duas gostosinhas, novinhas, peladinhas!
Chupei as tetinhas da minha filha, sua respiração acelerada me mostrava que ela estava sentindo muito prazer. Aumentei a velocidade e a Lara gemia:
-Aiiiin papai! Me fode gostosoo aiiinn ahh… Isso!!!
Enquanto comia minha filhinha, que estava montada em mim, Clara beijava alternadamente a minha boca e a dela e ainda se masturbando.
Depois de gozar na minha própria filha, ela saiu do meu colo e Clara sentou-se. Segunda rodada. Ela era incrível, dava tapas naquela bunda, ela gemia de prazer:
-Gostosão!!! Mete tudo ahhhhhh…
Enquanto eu metia meu pau na bucetinha da Clara, Lara me fez deitar o tronco e a cabeça na cama, sentou com a bucetinha carnudinha na minha cara.
Eu fodia a Clara e chupava a Lara. Ambas gritavam de tesão e prazer:
-Aahhhh…
-Isso papai! Ohhhhh…
Lara gozou na minha boca eu estava gozando dentro de Clara. Quando eu achava que tinha acabado, veio a terceira e última rodada!
Clara levantou, as duas se ajoelharam e enquanto uma chupava minhas bolas a outra chupava meu pau. Eu estava com a respiração acelerada. Era muito tesão!
Nessa noite fodemos de todas as formas, das mais variadas posições.
Minhas sextas mudaram completamente e voltei a me sentir jovem. Nos reunimos uma sexta por mês para relembrar essa noite inesquecível.